Categoria: Educação

Data: 27 de fevereiro de 2016 Autor: Comments

A Liga Interbairros de Futsal, organizada por jogadores e dirigentes de futsal da cidade, terá início deste dia 07 de março. 10 Equipes disputarão em pontos corridos a premiação em dinheiro!


Data: 4 de fevereiro de 2016 Autor: Comments

Servidores mesmo recebendo uma proposta da secretaria municipal de educação, decidiram continuar e greve.

greve-varzea-alegre-0102

Na manhã desta quarta-feira, 03 de fevereiro, em assembleia realizada no SSPMVA, os servidores receberam da secretaria de Educação, um comunicado dizendo que até o dia 24 de fevereiro o pagamento referente ao mês de janeiro seria feito, numa tentativa de que os servidores voltassem a trabalhar, mas a data base de pagamento não foi definida, sendo assim, os servidores decidiram continuar a greve até que se definam uma data para o recebimento dos seus salários, lembrando que esse impasse já dura desde o dia 12 de janeiro de 2016.
De contra partida o secretário de finanças da prefeitura foi até a câmara municipal de Várzea Alegre nesta quarta-feira, durante a reunião e sobre esse assunto o mesmo disse estar estudando uma maneira de resolver tudo isso. Mas nada definido.
O ano letivo começou no dia 25 de janeiro e devido à greve, o que se ver hoje, são alunos que saem de suas casas para escolas sem saber se haverá aula e retornando pra casa antes do horário normal.


Data: 26 de janeiro de 2016 Autor: Comments

Secretaria de educação de Várzea alegre, Maria Vandernaide diz entre tantas coisas de o repasse do Fundeb ainda não esta disponível

OUÇA O AUDIO:


Data: 25 de janeiro de 2016 Autor: Comments

É de conhecimento de todos que os servidores públicos municipais estão em greve há alguns dias, devido ao atraso de pagamento e a falta de uma data base. Servidores da saúde e educação. Em virtude disso a nossa reportagem esteve hoje na secretária de educação:
A secretaria de Educação Maria Wandernaid, disse a nossa reportagem no final da manhã desta segunda -feira(25), dia do início do ano letivo, que tentou entra em contato com algumas escolas, mas não obteve resultado, devido nesse período de chuva os sinais dos telefones ficarem ruim, mas que hoje à tarde haverá uma reunião para discutirem sobre o ano letivo e inclusivo quantos professores aderiram à greve. Explicou também que se por acaso algum motorista não foi levar os alunos na zona rural, pode ter sido por causa da chuva.
Quando perguntada sobre o pagamento dos professores, a mesma disse está torcendo que esse recurso entre no banco amanhã dia 26/01, para que no dia 27/01 esse pagamento seja feito. (Referente ao mês de Dezembro). E que amanhã nos fornecerá informações mais detalhadas.

 


Data: 18 de janeiro de 2016 Autor: Comments

O Ministério da Educação (MEC) abriu, nesta segunda-feira (18), a consulta às bolsas de estudo para instituições privadas de ensino superior que serão oferecidas na primeira edição de 2016 do Programa Universidade para Todos (Prouni).

A pesquisa de bolsas ocorre no site http://siteprouni.mec.gov.br/. As inscrições começam nesta terça-feira (19) e vão até 22 de janeiro. Não perca o prazo


Data: 18 de janeiro de 2016 Autor: Comments

As 09:00h da manhã desta segunda-feira (18), o sindicato dos servidores públicos e municipais de Várzea Alegre, realizaram uma mobilização pela principais ruas da cidade, com parada em frente a prefeitura municipal, reivindicando o pagamento dos seus salários. Veja a reportagem completa no vídeo abaixo.


Data: 28 de novembro de 2015 Autor: Comments

Segundo a ministra Tereza Campello, um corte no Bolsa Família seria uma “calamidade” (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

A ministra do Desenvolvimento Social e Combate à Fome, Tereza Campello, disse hoje (27) que, pelos cálculos do ministério, se o corte de um terço nos recursos do Bolsa Família para o ano que vem for incluído no Orçamento de 2016, como indicou o relator da Comissão Mista de Orçamento (CMO) do Congresso, deputado Ricardo Barros (PP-PR), cerca de 23 milhões de pessoas deixarão o programa e, desse total 8 milhões, voltarão para a extrema pobreza.

“Vai ser uma calamidade”, avaliou. “Nós não queremos este cenário para o Brasil”. A ministra comentou, ainda, que o Bolsa Família não registrou até agora qualquer impacto em decorrência da crise econômica pela qual o país atravessa. “A gente não verificou nenhuma alteração de maior ou menor procura pelo Bolsa Família”.

A ministra também disse não acreditar em uma reversão em uma política, segundo ela, tão efetiva como o Bolsa Família. “O Cadastro Único não serve apenas para o Bolsa Família, muita gente melhorou de vida. Três milhões de famílias saíram [da extrema pobreza] e nunca mais voltaram”, explicou, acrescentando que são pessoas que melhoraram a condição social.

De acordo com Tereza, o Brasil superou um problema endêmico, que era a situação de fome, mas ele continua em comunidades indígenas, ribeirinhas e quilombolas. “Talvez tenha que ter um trabalho hiperfocalizado nestes territórios”.

Sobre a educação, a ministra avaliou que é um grande desafio e representa uma agenda estrutural que envolve, principalmente, a população pobre. Para a ministra, também é preciso continuar com a agenda de construção de cisternas para garantir água em regiões que enfrentam dificuldades, como também evitar que as crianças voltem para o trabalho infantil. “É o mínimo de dignidade para a população brasileira manter e fortalecer as atuais políticas [sociais]”, disse.

Tereza Campello participou do seminário Combate à Pobreza, Crescimento Inclusivo e a Nova Agenda Social, promovido pelo Centro de Políticas Sociais (CPS) da Fundação Getulio Vargas, em Botafogo, zona sul do Rio. O seminário faz parte das comemorações dos 15 anos do CPS.

No encontro, a ex-ministra de Assistência Social do governo Fernando Henrique Cardoso, Wanda Engel, disse que a necessidade de adoção de políticas sociais no Brasil ficou clara com a Constituição de 1988, que determinou a assistência como direito da população. Ela destacou, ainda, que, a partir de 1999, foram criados marcos da política de combate à pobreza, que representavam novas diretrizes.

Para a educadora, a saída da pobreza está na garantia de que os alunos terminem pelo menos o ensino médio, mas é preciso ter o foco em duas faixas etárias. A primeira até os 6 anos e a outra para a juventude. Para garantir ações na educação, ela sugeriu parcerias entre os três níveis de governo, empresariado, mídias e segmentos religiosos. Wanda, ponderou, no entanto, que existe no Brasil uma dificuldade em se fazer parcerias. “A cultura da parceria é incipiente. Não se sabe lidar com as diferenças”, disse.

Para o diretor do FGV Social/CPS, Marcelo Neri, durante os 15 anos de atuação do centro, os estudos comprovaram a queda da desigualdade de renda no Brasil. Ele disse que, desde 2001, com a implantação de políticas sociais, a renda dos 5% mais pobres da população cresceu 216% em termos reais.

O economista defendeu que, por terem grande impacto nesta população, essas políticas não devem ser objeto de cortes, mesmo com a necessidade de um ajuste fiscal. “Agora temos desafios, mas acho que em momento de desafio é que temos que melhorar o desenho das políticas. Na verdade, o Bolsa Escola e o Bolsa Alimentação, que são os precursores destes programas, foram gestados e paridos após a crise de 1999 no Brasil. A gente tem que usar a crise no sentido e na possibilidade de andar para frente e atender novos desafios”, analisou.

Fonte: Agência Brasil

 


Data: 17 de novembro de 2015 Autor: Comments

A Escola de ensino médio José Correia Lima localizada na Avenida Luiz Afonso Diniz, apresentará para a sociedade estudantil nessa sexta-feira(20), sua III Mostra científica.


Data: 11 de novembro de 2015 Autor: Comments

A Associação dos Universitários de Várzea Alegre (ASSUVA) após sofrer com a crise e o não repasse da prefeitura, faltou chão para se manter grande como já foi, mesmo com a desfiliação de aproximadamente 80% dos seus sócios


Data: 4 de novembro de 2015 Autor: Comments

O Colégio São Raimundo Nonato, em comemoração aos seus 04 anos após o CNEC (Campanha Nacional de Escolas da Comunidade), realizou nessa quarta-feira(04), a IV Feira de Ciências. O evento que começou por volta das 08:00h apresentou vários temas específicos, aos quais foram trabalhados e bem elaborados por alunos e professores.


Social

Copyright © desde 2013 Mais Várzea Alegre. Política de Privacidade